Dudu

Dudu

 

Bolsas e mochilas em couro, por exemplo, devem ser limpas apenas com uma escovinha de cerdas macias ou flanela e sabão neutro.

A Bennemann, marca especializada em artigos de couro e com vasto catálogo de produtos, como mochilas, carteiras, pastas e nécessaires, dá dicas de como conservar os produtos da marca.

A empresa trabalha com diversos tipos de couro que apresentam características distintas entre si, de acordo com a textura e o acabamento do modelo. Podem ser lisos, levemente ásperos, com toque encorpado ou macio, brilhantes ou foscos.

No entanto, alguns cuidados devem ser tomados para prolongar o aspecto natural do produto como sua cor e o material. É comum o couro apresentar pequenas marcas, “veias” e variações de tonalidade, características próprias desta matéria-prima. No dia a dia, o contato do material com o creme hidratante ou o suor das mãos pode ir tirando o seu brilho natural e até descascar. 

O produto não deve ter contanto com a água para evitar possíveis manchas. Para limpar pequenas sujeiras em bolsas, mochilas, malas, pastas e carteiras, o ideal é usar uma escovinha, de preferência de cerdas macias, com sabão neutro ou flanela. 

Assim como o contato da água pode danificar o material, a exposição do produto ao sol pode alterar sua cor original.

 

Combinando o conceito da marca em sintonia com tendências da moda, peças ganharam um ar delicado nas produções.

As flores e suas formas, predominaram na coleção de Verão da Valentina. Imprimindo um perfume romântico às peças, elas se mostram, principalmente, por meio dos bordados, laços e babados, que evidenciam as principais tendências fashion. 

Releituras delicadas dividem espaço com propostas repletas de glamour, em materiais como paetês e materiais metalizados.

Outro destaque são as composições de materiais e cores que vão das vibrantes às candy colors, como o rosa quartzo e azul blue jeans. Padronagens como o xadrez vichy e as listras, além de elementos como cordas e crochê, complementam a coleção com graça e frescor.

Sapatilhas, alpargatas, mules, slides, sandálias, rasteiras, tênis e flatforms compõe a coleção. Em termos de materiais, foram priorizados tecidos com fios de procedência ecológica, outros com aplicação de lâminas de metal, bem como os tradicionais jeans e lonas.

 

O Projeto Comprador Vip, realizado no âmbito do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), deve gerar US$ 200 mil em negócios para calçadistas participantes do Salão Internacional do Couro e do Calçado (SICC), palco da ação. A feira, ocorrida em Gramado/RS, entre os dias 22 e 24 de maio, recebeu compradores da Colômbia e da Armênia. 

A compradora Luz Mila Lopez, de grupo homônimo sediado na Colômbia - com três lojas em Ibague e uma em Bogotá -, ressaltou o desenho original e o conforto dos produtos apresentados na feira gaúcha. Somente no SICC foram comprados quase dois mil pares de calçados, que com um preço médio de US$ 15, o dobro do valor médio unitário exportado pelo Brasil, somou um total de US$ 50 mil em negócios. Para os próximos meses a tendência é de que o valor dobre, ou seja, chegue a US$ 100 mil com negócios alinhavados durante o evento. A coordenadora de Promoção Comercial da Abicalçados, Letícia Sperb Masselli, avalia a participação como positiva, especialmente no que diz respeito à abertura de novas marcas. “A compradora já trabalha com o calçado nacional e aqui aumentou ainda mais o seu portfolio”, destaca. 

Já o comprador da Armênia, Rubén Badalyan, do Basic Group, destacou a qualidade dos materiais e os valores praticados. Mesmo que durante a feira não tenha realizado nenhum pedido, o comprador alinhavou negócios, o que, segundo ele, deve gerar pedidos na ordem de US$ 100 mil ainda nos próximos meses. Segundo Letícia, o comprador ficou “impressionado com o que viu na feira”. “O comprador já havia entrado em contato conosco em 2016, quando indicamos algumas marcas brasileiras que atendiam a demanda específica dele. Ele começou então a trabalhar algumas dessas marcas e, diante de um resultado positivo, veio ao Brasil agora com a finalidade de conhecer outros potenciais fornecedores e ampliar o mix de produtos made in Brazil.”, comenta. O comprador do Basic Group, que possui 16 lojas, 14 delas na Armênia e duas na Geórgia, foi convidado pelo escritório da Apex-Brasil em Moscou. 

O Projeto Comprador Vip é uma ação do Brazilian Footwear, convênio que promove a exportação brasileira de calçados por meio de iniciativas de promoção comercial, de imagem e capacitação para internacionalização. Na edição do SICC, os compradores tiveram contato com coleções de primavera-verão de mais de 1,5 mil marcas de calçados.

 

Dedicada ao atacado, em breve a marca estará presente nas maiores lojas do País.

A Pesh acaba de desembarcar no mercado de calçados infantis e participa da Francal para anunciar a novidade ao mercado. A coleção é composta por modelos que exploram tanto design quanto conforto.

Um dos diferenciais da Pesh no segmento infantil é o apelo de moda, com sapatinhos que agradarão mamães e crianças. Borboletas, dinossauros e sereias são alguns dos elementos lúdicos explorados nos modelos.

Dedicada ao atacado, em breve a marca estará presente nas maiores lojas do País. Juliana Duarte, fundadora da Pesh, tem know-how de quatros anos como presidente da Tricae, rede infantil que atualmente pertence ao grupo da Dafiti. 

“A Pesh tem um posicionamento diferente dos já existentes. Queremos seguir o conceito de fast fashion e trazer novidades a cada dois meses, sempre antenadas às tendências de moda. Nossa proposta é oferecer um calçado de qualidade a preço justo", ressalta. 

 

Slides, sneackers, plataformas, sandálias e mules integram na nova coleção da label.

A primavera-verão da Verofatto promete ser leve e autentica. A grife aposta em uma variedade grande de modelos que podem acompanhar bolsas e cintos elaborados para manter o mesmo fio condutor da coleção. 

No clima da estação, as peças são delicadamente complementadas por flores e folhas, brilhos e metalizados, além de detalhes vazados em laser, laços e babados, seguindo as tendências da cena fashion internacional.

Na paleta de cores, fúcsia, pitanga, fisalis e acqua dão o ar veranil, enquanto verde, quartzo e branco dão um toque de suavidade. Nude, cognac, tan, navy, tomate e preto seguem como clássicos.

 

Ação conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Nova Serrana.

O Sindinova – Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana reunirá mais de 20 marcas em estande coletivo do polo calçadista de Nova Serrana para representarem a região na Francal 2017. 

Em reunião realizada no dia 4 de maio com os participantes já confirmados, o secretário municipal de Indústria e Comércio de Nova Serrana, Marcelo Caires, anunciou a liberação de verba municipal como subsídio para a participação dos fabricantes na feira. Caires afirma que o subsídio é importante para fomentar o desenvolvimento econômico da cidade. 

“Com esse incentivo, esperamos que haja maior visibilidade do nosso produto no cenário nacional e internacional, aumento nas vendas de calçados e, consequentemente, mais geração de empregos, nos mantendo na posição de maior cidade contratadora do estado de Minas Gerais e a quarta no Brasil”, enfatiza.

Até o momento, está confirmada a participação das seguintes marcas do polo calçadista: Addan, Akazzo, Ana Amaral, Ana Flor, Biker, Bonn Pé, Chillicat, Cromic Femme, Eight Eights, Espelho Meu, Fio de Ouro, Fofiori, Fuxico, Fuzakids, Lolis Fiori, Malbeck, Minipé, Mouser, Nádia Talita, Randall, Redak, Rekoba, SecretS, Seven, Spark, Spatiari, Vectron, Via Mara e X By Rio.

Na foto, o secretário municipal de Indústria e Comércio de Nova Serrana, Marcelo Caires, anuncia aos expositores confirmados a liberação de subsídio para viabilizar a participação (Crédito Antônio Azevedo/Sindinova).

 

 

 

 

 

 

Última semana! Designers, estilistas, estudantes de Moda e cursos técnicos e demais interessados em concorrer a uma bolsa de estudos no Istituto Europeo di Design (IED), além de troféu e prêmio em dinheiro, têm até o dia 3 de junho para se inscrever na 22ª edição do Prêmio Francal Top de Estilismo. A data refere-se ao prazo para postagem do produto, que valida a inscrição feita pelo site www.francaltopdeestilismo.com.br. 

Neste ano, o prêmio terá três categorias – Calçado Feminino, Calçado Masculino e Bolsa – cujas criações devem seguir o tema “Expresse”, desenvolvido pelo IED. O tema provoca os participantes a repensar desenhos, formas, princípios, técnicas e cores de suas criações, tendo em vista a revolução dos hábitos, modos e costumes dos consumidores. 

É um convite para explorar o lifestyle, transitar pelas tribos e transformar a estética de décadas passadas. O Top de Estilismo quer que seus participantes “expressem” ideias que possam atender às novas expectativas das pessoas.

Para colaborar com o entendimento do tema, o IED disponibiliza um conteúdo programático no site da premiação, que deve ser usado como referência na construção dos produtos.

Os participantes podem se inscrever nas três categorias, com no máximo um produto em cada. No momento da inscrição, é obrigatório preencher o memorial descritivo com informações sobre público-alvo do produto, componentes, materiais e cores, inspirações e como elas se relacionam com o tema “Expresse”. 

Julgamento e premiação

A seleção dos vencedores acontece no dia 20 de junho. A comissão julgadora do Prêmio Francal Top de Estilismo é composta por profissionais especializados em Moda e Design, que levarão em conta na avaliação critérios como: adequação ao tema, cunho comercial, inovação, criatividade, sistema de construção e material utilizado.

Cada uma das três categorias terá três produtos premiados, num total de nove vencedores. A revelação do primeiro, segundo e terceiro lugares por categoria será feita na cerimônia de premiação no primeiro dia da Francal 2017, dia 2 de julho. Todos os premiados recebem troféu relativo à colocação e prêmio em dinheiro (R$ 2.000 para o primeiro colocado, R$ 1.500 para o segundo e R$ 1.000 para o terceiro). 

Os vencedores que estiverem presentes à cerimônia concorrem, por sorteio, a uma bolsa de estudos no Curso de Extensão One Year – Creative Course, Shoes & Bags – Design and Business oferecida pelo IED.

 

Depois dos desfiles de moda internacionais e de se destacar no street style do hemisfério norte, as sapatilhas bailarinas invadem os looks das brasileiras. 

Com uma pegada fashionista descolada, a Loucos & Santos traz suas versões desta peça para a Coleção Just Be, Fall/Winter 2017. Modelo lice up, preso ao tornozelo, em propostas em tiras ou com metais e fivelas, ele dá um ar romântico às produções.

Com criações para levar moda e vanguarda aos looks nos dias de frio, a nova coleção Loucos & Santos já pode ser encontrada nas lojas exclusivas da marca, incluindo a lojavirtual.loucosesantos.com.br.

 

A resposta virá na palestra do especialista em Inteligência de Dados e co-fundador da escola Atlas Media Lab, Gabriel Ishida, que será um dos nove experts que estarão na 21ª edição do Seminário Nacional da Indústria Calçados (SNIC), promovido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). O evento, que acontece a partir das 8h30min do próximo dia 13 de junho, na Unisinos, em São Leopoldo/RS, tem ingressos limitados que podem ser acessados no site http://www.abicalcados.com.br/snic/.

Ressaltando que o investimento na mídia realizada por influenciadores digitais cresceu 30% entre 2015 e 2016 - e segue crescendo mesmo diante da crise econômica - Ishida destaca que as empresas devem ter alguns cuidados na escolha do garoto ou garota propaganda não tradicional. “A empresa deve, principalmente, entender se o influenciador compartilha dos mesmos valores e estilo de vida que ela. Tendo isso garantido, a audiência se conectará de forma orgânica com a empresa via influenciador”, comenta o especialista, acrescentando que, além disso, é preciso olhar o engajamento dos seguidores com o conteúdo do influenciador, para verificar se a base não é comprada ou que não se engaja.

Segundo Ishida, existem ferramentas eficazes para a mensuração dos resultados de engajamento e a empresa nem precisa gastar muito - além de tempo - para isso. “Os dados disponíveis gratuitamente já ajudam bastante quem precisa mensurar resultados de influenciadores. Acredito que seja mais uma questão de ter conhecimento e saber olhar os dados do que ter muitas ferramentas”, aponta Ishida, que no SNIC irá destacar como identificar os diversos tipos de influenciadores e como é possível mensurar os resultados vindos de cada um. 

Além de Ishida, o seminário traz nomes como o de Luciano Potter (Grupo RBS), Maurício Cid (Não Salvo), Tiago Niederauer e Patrícia Angeletti (W3haus), Felipe Oliva (Squid), Andressa Graffiante (RS Bloggers), Nick Elis (Meio Bit) e Cristiano Santos (consultor).  

O SNIC tem o patrocínio da Braspress, Couromoda, Francal Feiras e Sicoob Ecocredi, parceria da Unisinos, apoio especial do Sebrae e curadoria da Share. O evento tem vagas limitadas e o investimento é de R$ 120 para público em geral e R$ 60 para associados da Abicalçados e estudantes, mediante comprovante de matrícula. Associados da entidade devem solicitar código promocional pelo telefone 51 3594 7011 ou pelo e-mail  This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

 

Programação

8h30 - Credenciamento e Welcome coffee
8h50 - Abertura
9h00 – Influenciador: uma nova profissão, com Cristiano Santos
10h00 – Influenciador: um mal ou bem necessário, com Tiago Niederauer e Patrícia Angeletti
11h00 - Mensurando resultados de influenciadores, com Gabriel Ishida
12h00 - Intervalo
13h30 - Micro-influenciadores e advogados de marca, como utilizá-los a seu favor, com Felipe Oliva
14h30 - As tendências para marcas e mudanças da publicidade e da mídia, com Luciano Potter
15h30 - Coffee Break
16h00 - Bate papo com influenciadores, com Andressa Graffiante (Rs Bloggers), Maurício Cid (Não Salvo) e Nick Ellis (Meio Bit).
17h00 - Encerramento

 

Versatilidade domina a nova coleção, que chega repleta de estilo e inovação.

Referência no setor calçadista, a Bebecê revela as inspirações para criar a coleção primavera-verão 2018. A coleção é dividida em três temáticas e explora o passado, a arte e o mundo. 

A tendência Past traz elementos das décadas de 1900, 40, 50, 60 e 80. No tema Art, entram em cena grafismos, diversas aplicações, os confortáveis birkens e a linha sport chic. Por fim, World reúne modelos que mesclam o étnico e o tribal ao urbano por meio do mix de cores e prints.

Page 1 of 5

A Empresa

Entre em contato conosco:

E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Rua Rangel Pestana, 23 Centro
Jaú - São Paulo - Brasil
Fone: (14) 3625-4489
Facebook
Skype: bigdesignerjau

Pés famosos ou não