Evento foi organizado pelo Sebrae e tem apoio da Abicalçados

Aconteceu ontem, dia 22, na Fenac, em Novo Hamburgo/RS, o segundo Encontro entre Ofertantes e Tomadores do setor calçadista. O evento, organizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RS) com o apoio da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), gerou contatos e negócios para os 18 ateliês prestadores de serviços que expuseram seus produtos no local. No encontro, participaram ainda cinco indústrias de calçados tomadoras de serviços. 

Para Carolina Rostirolla, gestora de projetos do Sebrae/RS, o encontro gera negócios relevantes para os prestadores de serviços, especialmente no pós-evento. “É importante esse olho no olho, o fato de ser fazerem conhecidos pelas indústrias de calçados. No primeiro encontro, ocorrido na Abicalçados, negócios futuros foram alinhavados entre 16 ofertantes e as demandantes, ressalta a gestora. 

Durante o encontro, a maioria dos microempresários apontou para uma ociosidade, em alguns casos, de até 50% da capacidade produtiva. “O encontro facilita os negócios entre indústrias e prestadores de serviços”, completa Carolina.

A próxima edição do encontro acontece no 21 de agosto, também na FENAC.

Fonte: Unidade de Promoção de Imagem Abicalçados

 

 

 

Published in Acontece

O presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac) disse que com menos impostos, as vendas vão crescer e os governos conseguirão arrecadar mais

São Paulo - Na presença do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, que representou a presidente Dilma Rousseff na abertura da 45ª Francal, presidentes de entidades representativas do setor calçadista pediram ao governo empenho na redução de impostos, unificação do ICMS interestadual e mais medidas de estímulo ao consumo.

O presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac), Antoniel Lordelo, disse que com menos impostos, as vendas vão crescer e os governos estaduais e municipais conseguirão arrecadar mais.

Voltando-se para o governador da Bahia, Jaques Wagner, ele pediu que os governadores usem suas influências para que seja implementada a unificação do ICMS.

O presidente da Abicalçados, Heitor Klein, pediu às autoridades mais medidas de estímulos ao consumo e à inflação que, de acordo com ele, afeta especialmente o poder de compra da classe média, maior consumidora de calçados do País.

De acordo com Klein, as medidas de desonerações para o setor levaram as exportações a um crescimento de 10% só neste ano, mas as importações cresceram 14%. "O Brasil ocupa o 3º lugar no ranking mundial de produtores de calçados e não podemos aceitar que o País perca posição na sua indústria", disse.

 

Fonte: EXAME.COM

Published in Noticias

A Empresa

Entre em contato conosco:

E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Rua Rangel Pestana, 23 Centro
Jaú - São Paulo - Brasil
Fone: (14) 3625-4489
Facebook
Skype: bigdesignerjau

Pés famosos ou não