Noticias

Noticias (672)

 

O programa Future Footwear, uma realização conjunta entre os principais entidades da cadeia coureiro-calçadista brasileira (Abicalçados, de calçados; Assintecal, de componentes; Abrameq, de máquinas; e CICB, de couros), promoveu mais uma edição do FF Meeting na tarde de ontem (4). O encontro, que aconteceu na sede do Instituto Senai de Inovação e em Soluções Integradas em Metalmecânica, em São Leopoldo/RS, contou com uma palestra sobre a Indústria 4.0, proferida pela professora e pesquisa Cristina Orsolin.

Na oportunidade, a pesquisadora ressaltou a importância da união das entidades da cadeia coureiro-calçadista nacional para “solucionar o problema antes que ele aconteça”. Segundo ela, a Indústria 4.0 já é uma realidade no mundo mais desenvolvido e a adaptação é necessária como uma questão de sobrevivência competitiva. “Estamos passando de um período de troca da moda por demanda, massificada, para uma moda mais individualizada, por isso é importante que a indústria possa desenvolver produtos em lotes únicos, para atender nichos cada vez mais específicos”, comentou. O ponto-chave, segundo Cristina, é flexibilidade. “O objetivo principal da Indústria 4.0 é que possamos produzir lotes únicos ou até individualizados com os mesmos custos da moda massificada. Agora, como fazer isso?”, questionou. E respondeu: para a especialista é preciso  investimento em tecnologia, sobretudo em automação. 

Segundo ela, a Indústria 4.0, nos desdobramentos de robótica e automação, especialmente impressão 3D quando se fala no setor calçadista, já é uma realidade em países mais desenvolvidos. “A questão é que, como a evolução é exponencial, essa realidade não deve demorar muito para chegar no Brasil e a cadeia precisa estar preparada”, acrescentou. 

Pontos
Cristina destacou que os principais pontos do conceito aplicado da Indústria 4.0 são: as estruturas modulares, pelas quais o acoplamento seja simples e flexível, mas com grande coesão interna; os cyber physical systems, ou seja, a integração total do físico e digital; e a chamada Internet das Coisas (IoT), um meio de conectividade fundamental para o avanço da manufatura. A questão levantada é como inserir esses conceitos em uma indústria tradicional e que utiliza alto grau de mão de obra humana como a da cadeia coureiro-calçadista. O primeiro passo, segundo a pesquisadora, é a digitalização total, ou seja, colocar tudo o que é físico no digital e poder adaptar a qualquer momento o processo produtivo, também criando uma “transparência preditiva” aos problemas. “Aqui entra o grande papel do Analytics. Até hoje a indústria ou realizou manutenção preventiva ou fez manutenção de máquinas quando já estavam com problemas”. disse. O segundo ponto, é gerar uma cultura de adaptação, com auto-configuração auxiliada pelos processos de inteligência artificial. 

Tangível
Para fugir apenas da conceitualização, Cristina citou exemplos como o da Adidas, que na Alemanha já produz calçados com impressão 3D, inclusive com palmilhas especiais e customizadas de acordo com a necessidade de cada usuário. 

Para começar os trabalhos da aplicação dos conceitos da manufatura avançada na indústria brasileira de calçados, a pesquisadora aconselha, além da discussão sobre o tema, visando a criação de uma “cultura 4.0” no segmento, o desenvolvimento de fábricas modelos, para testes. “O laboratório é fundamental para evoluir no conceito e ter menos desperdícios de esforços e recursos”, concluiu Cristina.

Após a palestra, os participantes foram convidadas a uma visita guiada no Instituto Senai de Inovação e em Soluções Integradas. 

A Semana
A ação fez parte da programação da Semana do Calçado, criada no ano passado e que uniu as principais entidades setoriais da cadeia coureiro-calçadista – IBTeC, Abicalçados, Assintecal, Abrameq e CICB -, além das promotoras de feiras Couromoda e Fenac (Fimec 2018), e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RS). O objetivo é promover, anualmente,  uma semana de atividades de integração de todas as áreas do complexo. 

 

A Couromoda apresentou, ontem (2), a seu Preview 2018. O evento, que contou com a presença do presidente e diretor da promotora, Francisco Santos e Jeferson  Santos, além de representantes da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados – Heitor Klein e Roberta Ramos - e lideranças do segmento, aconteceu no Locanda Hotel, em Novo Hamburgo/RS. Após a apresentação, ocorreram palestras de Gil Giardelli e Julio Takano.

Pela primeira vez realizado pela promotora, o Preview 2018, marcado para ocorrer entre 9 e 11 de novembro, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP, além de reunir 120 empresas de calçados e acessórios parceiras da Couromoda que também irão expor seus produtos na grande feira de janeiro, irá contar com eventos paralelos que condizem com o atual momento da indústria calçadista no País.

Segundo o presidente e fundador da Couromoda, Francisco Santos, a expectativa é positiva, tendo em vista o processo gradual de retomada na economia brasileira. “Parece que, finalmente, a economia se desvinculou da política, o que tem sido muito positivo. O Brasil é um país atraente para investimentos”, ressalta. O diretor da promotora, Jeferson Santos complementa que, para aproveitar com sucesso essa retomada é preciso, no entanto, algumas adaptações, entre elas o engajamento da indústria no mundo digital e da automação, temas que serão tratadas durante o evento de novembro. 

Confira os eventos:

* Congresso Digital
Dez prestigiados profissionais do digital business, especialistas em atrair o consumidor e promover vendas no ambiente on-line, vão apresentar os cases de marcas que já mudaram seus processos, conquistando a atenção da nova e mensa massa de consumidores digitais. 

* European Shoe Case
Uma apresentação exclusiva da Arsutoria School e da Editora FotoShoe, ambas de Milão. Os dois veículos irão apresentar e analisar detalhes dos produtos que mais venderam nas lojas das principais capitais europeias por tipos, faixas de preços, cores e materiais. 

* Pré-coleções Couromoda 2018
120 empresas de calçados e acessórios parceiras da Couromoda foram convidadas para apresentar aos mais seletos lojistas suas primeiras criações de outono-inverno, em ambiente para promover a troca de informações entre fornecedores e compradores, além de estimular novas parcerias e o encaminhamento de negócios para a feira de janeiro. O objetivo, segundo o diretor do Fórum Couromoda, Airton Santos, é também possibilidade que as empresas expositoras possam adaptar, sendo o caso, as suas coleções para a apresentação na Couromoda 2018. 

* Coquetel de lançamento da Couromoda 2018
No segundo dia do evento, 10 de novrmbro, expositores e lojistas serão convidados para um grande encontro, com coquetel que dará início às comemorações dos 45 anos da Couromoda.

 

Inicia-se mais uma edição da Feira da Loucura por Sapatos, de 5 à 15 de outubro, das 10 às 21 horas os pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo abrem seus portões para mais uma edição da maior promoção de calçados do Brasil. Além de sapatos, o evento também conta com um mix de produtos para todos os estilos e gostos, como bolsas, roupas, acessórios e itens de utilidade doméstica. Com descontos que chega, a 70$ os visitantes podem encontrar mais de 500 marcas com opções para mulheres, homens e crianças. 

 A FLS é um verdadeiro passeio para a família toda, com espaços de lazer, como a Praça de Alimentação, Espaço Kids com brinquedos para a criançada e ainda o Festival de Cervejas Artesanais.

Festival de Cervejas Artesanais acontece em paralelo:

 

 Em sua 7ª edição, o Festival de Cervejas Artesanais ocorre em paralelo a Feira da Loucura por Sapatos. O evento reúne dezenas de cervejarias artesanais com opções dos mais variados estilos de cervejas. Para quem aprecia a bebida, o Festival é como um parque de diversões, reunindo mais de 80 rótulos. 

 No evento vai rolar muito música boa durante o happy hour.

 

Confira a programação para os 11 dias:

5 de outubro, Deivid Wallauer;

6 de outubro,  Bambus Gurus;

7 de outubro, Miss Lolla;

8 de outubro, Acústico Rockfeller; 

9 de outubro, Erick Hickmann;

10 de outubro, Bambus Gurus;

11 de outubro, Camila e Dionatã;

12 de outubro, Deivid Wallauer;

13 de outubro, Camila e Dionatã;

14 de outubro, Tng Duo – Thiago e Gabriela; e

15 de outubro, Acústico Rockfeller.

 

A Feira da Loucura por Sapatos, que acontece entre 5 e 15 de outubro, das 10 às 21 horas, é promovida pela Fenac, com patrocínio Stone by WavePag e apoio da Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo. O Festival de Cervejas Artesanais acontece de segunda à sexta-feira, das 16 às 22 horas, finais de semana e feriados das 10 às 22 horas com música ao vivo no happy hour todos os dias às 19h.

 

 

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) realizou, durante o dia de ontem (28), o Workshop de Exportação, uma iniciativa realizada por meio do programa Brazilian Footwear, mantido pela entidade em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O encontro aconteceu na sede da Abicalçados, em Novo Hamburgo/RS, e foi ministrado pelo professor e gestor de projetos de internacionalização da Inovee Consultoria, Gustavo Piardi, e pela economista da área de Inteligência da Abicalçados, Priscila Linck. 

Piardi iniciou os trabalhos com uma dinâmica envolvendo a apresentação dos profissionais presentes, que faziam parte de empresas de calçados, consultorias e tradings para o comércio exterior. Com isso, foi identificado o perfil da maioria das empresas presentes, que ainda não exportavam ou estavam iniciando os trabalhos no mercado internacional. Na próxima fase, o gestor promoveu um exercício coletivo com ferramenta Canvas Core, trazendo à tona os objetivos das empresas para a discussão no grande grupo. “O compartilhamento dessas informações é importante, mas o objetivo foi apresentar como usar essa poderosa ferramenta de planejamento”, explicou. 

Segundo Piardi, o planejamento é essencial para a inserção no comércio internacional, que pode se dar de diversas formas: de forma indireta, por meio de uma empresa nacional, trader, que exporta o seu produto; por meio de agente interno, que faz a ligação entre exportador e importador mediante comissão; e a exportação direta, “orientada para empresas mais maduras”, quando é necessário ter departamento específico alocado para tal atividade. 

Documentação
Segundo Piardi, a globalização e o acesso às tecnologias facilitaram sobremaneira o processo de exportação, mas isso não quer dizer que a burocracia tenha sido eliminada. Portanto, é preciso atenção redobrada com documentações como o Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros (Radar), sistema da Receita Federal que permite que empresas possam importar e exportar - sem o registro do Radar, pelos meios legais não é possível realizar qualquer operação de comércio exterior. “A empresa também precisa estar ciente das competências envolvidas para a exportação: Marketing/Vendas, Design, Financeiro e Produção. É importante não iniciar esse trabalho sem verificar capacidade de pagamento do importador, a questão cambial, exigências de garantias, entre outros aspectos”, acrescentou o especialista. Piardi destacou, ainda, que a formação de preço tem fundamental importância na operação e que um mecanismo do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) ajuda na questão: simuladordepreco.mdic.gov.br

Inteligência
A Inteligência de Mercado é outra ferramenta fundamental para o sucesso no mercado internacional. A apresentação do tema foi realizada pela economista e responsável pela área de Inteligência da Abicalçados, Priscila Linck. Segundo ela, o mecanismo fornece elementos, por meio do cruzamento de dados e mais de 90 variáveis num histórico de cinco anos, para seleção de mercados. Os aspectos levados em consideração pela Inteligência são: comércio exterior do país; exportações brasileiras para o país pesquisado; análise da concorrência local; a facilidade de acesso (logística); questões macroeconômicas; consumo interno de calçados; capacidade de pagamento (é preciso analisar o nível de reservas internacionais do país em questão); barreiras tarifárias e não tarifárias; impostos de importação; demografia; preço médio do calçado importado; entre outros. 

Para exemplificar o trabalho realizado, que também serve como ferramenta para a escolha dos mercados-alvo do programa Brazilian Footwear, realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Priscila apresentou tabelas do varejo mundial e também na Argentina - segundo principal destino internacional dos calçados brasileiros. Com os dados, Priscila ressaltou a projeção de crescimento do consumo de calçado no mundo até 2020, de 4,5%, e na Argentina, de 2,9%. “Na Argentina, como não existe uma expansão na renda, não existe expectativa de aumentar o consumo per capita - hoje em 1,5 par/ano. O crescimento se dará basicamente pelo crescimento populacional”, comentou. 

A economista também abriu a lista dos importadores de calçados brasileiros na Argentina. Hoje os dez maiores importadores compram quase 70% do total importado do Brasil. Segundo Priscila, as informações levantadas pela Inteligência da Abicalçados são essenciais para uma maior assertividade nos negócios internacionais. “O objetivo é auxiliar as empresas nas tomadas de decisões, redução de custos e tempo de processo, entre outros”, disse.  O serviço é exclusivo para empresas associadas da Abicalçados. Saiba mais: http://bit.ly/2hC0cbp

Falaram ainda no Workshop o gerente de vendas da UPS no Brasil, Fernando Peixeiro; Pedro Reisdorfer, do Grupo Exicon/South Service Trading; e Maurício Garcia, do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX), programa da Apex-Brasil desenvolvido em parceria com entidades acadêmicas brasileiras. A empresa de logística UPS concede descontos especiais aos associados da Abicalçados, que vão desde  60% a 77% nos transportes nacionais, e de 82% a 87% nos internacionais. Mais informações pelo e-mail  This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

O Workshop de Exportação foi realizado pela Abicalçados e contou o patrocínio da UPS e apoio da Inovee Consultoria. 


Sobre o Brazilian Footwear:
Brazilian Footwear é um programa de incentivo às exportações desenvolvido pela Abicalçados em parceria com a Apex-Brasil. Este programa tem por objetivo aumentar as exportações de marcas brasileiras de calçados através de ações de desenvolvimento, promoção comercial e de imagem voltadas ao mercado internacional. Conheça: www.brazilianfootwear.com.br www.abicalcados.com.br/brazilianfootwear

Sobre a Apex-Brasil: 
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos  (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar esses objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.
Conheça: www.apexbrasil.com.br

 

Os lançamentos vêm em versões para os meninos e para as meninas, com propostas bem diferenciadas para presentear a geração alfa, que adora uma novidade tecnológica e lúdica na hora de montar a produção.

Um dos destaques é o tênis Flutball, modelo de chuteira com sola emborrachada para os meninos e meninas. Ele acompanha uma bola que flutua, com luzes de LEDs, para brincar de futebol, o esporte mais amado do Brasil. Ao ser ligado, o acessório aciona uma ventosa em sua parte de baixo, tecnologia que faz com que a bola deslize facilmente em superfície lisa. Diversão e proteção garantidas para as crianças.

Para as pequenas fashionistas, o modelo Fashion Form Led promete arrancar suspiros. Trata-se de uma sandália no estilo flatform, hit da temporada, que possui LEDs no solado – ao todo, são sete tons de luzes e efeitos diferentes de brilhar. Além disso, os LEDs podem ser recarregados por meio de um cabo USB duplo, que acompanha o produto.

Nem os atacadores dos calçados ficaram de fora da tendência: com o Kidy + LED, modelo de tênis com shape esportivo, os cadarços possuem LEDs que podem brilhar de três maneiras diferentes, em versões para eles e para elas. Essa peça é anatômica, desenvolvida com um cuidado especial para auxiliar no desenvolvimento saudável dos pés e também possui a tecnologia Respi-tec e palmilha antimicrobiana, desenvolvidas exclusivamente pela Kidy para manter os pés secos e protegidos, evitando a proliferação de bactérias e suas consequentes doenças ou mau cheiro.

Para trazer o clima de ludicidade que a data pede, também protagonizam no mix masculino os modelos inspirados na paixão automobilística, como a papete Wave Car, sandália com motivos do universo automotivo que acompanha um super carro no estilo SUV, e o tênis e sandália da linha Kidy Mais Moto Speed, que além de trazerem as tecnologias e design exclusivo da marca, acompanham uma moto personalizada e desmontável que promete ser desejo instantâneo dos pequenos. 

Os modelos surgem em tons-chave da temporada, como bege, azul marinho, bordô, mostarda e terrosos. Já para as meninas, se destacam os modelos com prints inspirados em pôneis: a sandália Pônei Encanto, que traz solado flatform ultramacio e tiras largas, ultramoderna, e o modelo Pônei Bailarina, nos estilos alpargata e sapatilha. Ambos são ilustrados pelo universo mágico e fofo desses bichinhos, e também acompanham um exclusivo brinde Pônei Encanto.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Kidy/Primeira Página

 

 

Dividindo espaço com algumas das maiores grifes de sapatos do mundo, 65 marcas brasileiras de calçados desembarcam suas criações em Milão, na Itália, a capital italiana da moda, durante a theMicam, uma das principais feiras lançadoras de tendência em acessórios do mundo. A mostra, que ocorre entre 17 e 20 de setembro, apresenta as novidades para a próxima temporada quente a compradores, investidores, formadores de opinião e imprensa especializada. A participação das empresas verde-amarelas no evento se dá através do programa Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados, mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

TENDÊNCIAS FEMININAS

As novidades para o público feminino trazem muita bossa e personalidade, em propostas que vão do mood artesanal à febre dos metalizados, sem ignorar as trends do sportswear e as criações que vibram na batida do ultrafeminino, que são a grande aposta para o Verão 2018. Os lançamentos transitam entre modelos de tênis, sandálias de construções delicadas e robustas, scarpins, peep toes, flatforms, anabelas, sapatilhas e rasteiras.

Ultrafeminino - Peças com prints florais e aplicações de flores em relevo se destacam, em nuances que variam dos tons pastel e da cartela de vibrantes como o vermelho, pink e amarelo.

26 Sep 2017

 

Antenada nas tendências de moda internacional, a Vizzano criou calçados para a coleção 2018 com todo conforto e glamour que as mulheres merecem. Depois da alta tendência do streetwear, chegou a vez de elementos exuberantes, com composições de pedrarias e cristais, adicionarem a impecabilidade e personalidade aos calçados da marca.

Abusando ainda mais dessa trend, a presença do brilho e das pedrarias com o mix dos materiais em cetim, nobuck, camurça, verniz e textura snake com acabamento fosco, tornam-se a nova referência elegante de forma cool.

Vermelho, pink e preto são tons insinuantes e que exalam mais feminilidade. Já as cores castor, cru e jeans entram na cartela cromática como fatores de contemporaneidade. E o greenery, um tom de verde diferenciado e que influencia a moda nesse momento, reflete o mood precioso dessa tendência.

 

O Verão 2018 da Dumond faz uma imersão no mood Lady Like e elege o cetim como um dos protagonistas da estação. Ele sai das produções de festa e, em companhia de pedrarias, conquistam o dia a dia.  Nesse mood, as cores ganham destaque nos tons calmos em contraste às cores vibrantes e no poderoso e feminino pink, que surge em variados tons e materiais.

A influência do ballet permanece forte no verão e os sapatos recebem detalhes e amarrações em cetim e materiais diferenciados. Babados enfeitam e trazem ainda mais feminilidade às peças em couro com brilho sutil em glitter. Valorizando ainda mais a feminilidade e delicadeza, laços, minilaços, nós e o floral 3D ganham os pés.

25 Sep 2017

 

Dia 04/10 às 18h, o Cinema de Novo Hamburgo (Cinespaço - Av. Nações Unidas, 2.001, 3º piso, Sala 1) convida aos empresários do mercado de moda, designers, estilistas e formadores de opinião para uma sessão especial. Em cartaz, a palestra do Conexão Inspiramais trazendo os caminhos para o Verão 2019 e apresentando como que o mercado está trabalhando o inverno 2018. Para completar a noite especial, os participantes serão recebidos com pulseiras VIP e um combo de pipoca e refrigerante.

O coordenador do Núcleo de Design da Assintecal, Walter Rodrigues, apresentará as inspirações e referências que devem conduzir a produção de moda do verão 2019.

Realizado pela Assintecal, com apoio do AL-Invest 5.0, o projeto tem o objetivo de promover a criação de materiais únicos e ao mesmo tempo globais, com uma identidade de moda 100% brasileira e que tenham a capacidade de transmitir valores essenciais e verdadeiros ao consumidor.

O Conexão Inspiramais Verão 2019 tem patrocínio das empresas: Altero, Bertex, Britânnia Têxtil, Brisa Intexco, Caimi & Liaison, Cipatex, Colorgraf, Componart, Endutex, Grupo Cofrag, Grupo Lunelli, Havir, Sappi/Dinaco, Tecnoblue, Wolfstore e York. Conta ainda com o apoio local da Abicalçados, Abrameq, IBTEC, SIC-NH (sindicato dos calçadistas de NH) e CICB.

O evento faz parte da programação da Semana do Calçado, que ocorre entre os dias 1º e 5 de outubro. 


Serviço
Conexão Inspiramais Verão 2019 – Novo Hamburgo/RS
Palestra Verão 2019
Palestrante: Walter Rodrigues
Data: 04/10/2017
Horário: 18h
Local: Cinema de Novo Hamburgo (Cinespaço, Sala 1)
Endereço: Bourbon Novo Shopping, Av. Nações Unidas, 2.001 - 3º piso - Bairro Rio Branco - Novo Hamburgo/RS
Mais informações pelo e-mail: (51) 3584-5200 ou pelo e-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Sobre o AL-Invest 5.0
O programa AL-INVEST é um dos mais importantes projetos de cooperação internacional da Comissão Europeia na América Latina. Teve início no ano de 1994 buscando atrair investimentos europeus para a América Latina e com o passar do tempo, vendo as realidades da região, mudou para promover a internacionalização e alavancar a produtividade de dezenas de milhares de micro, pequenas e médias empresas (MPEs) da região.
Em 2015 a Comissão Europeia lançou o concurso para a quinta fase deste programa: AL-INVEST 5.0: um crescimento inclusivo para a coesão social na América Latina, e o consórcio de 11 organizações internacionais que são coordenadas pela CAINCO, que ganhou o concurso para executar o projeto em toda a América Latina.
 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Assintecal

 

As indústrias de calçados que apostam na cocriação para o desenvolvimento de produtos diferenciados têm até o próximo dia 6 de outubro para confirmar participação na plataforma Moda Co. Criada em 2015 pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) para aproximar as empresas da criatividade dos designers brasileiros, a plataforma já teve desafios propostos por marcas como Piccadilly, Bibi, Pampili, Kidy, Zaxy, Grendene Kids, Werner, Usthemp, Perlatto e Plugt e distribuiu R$ 25 mil em premiações. As empresas interessadas em lançar desafios devem entrar em contato com a Abicalçados pelo e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. ou acessar www.modaco.cc e realizar o cadastro.

O gestor de Projetos da Abicalçados, Cristian Schlindwein, ressalta que já na segunda edição, realizada no ano passado, a plataforma recebeu mais de 170 propostas para seis desafios lançados. “A Moda Co é pioneira no setor calçadista brasileiro e vem tendo uma boa resposta, tanto por parte das empresas, que enxergam uma oportunidade de geração de referências criativas para os seus produtos, quanto por parte dos designers”, avalia o gestor. Segundo ele, são mais de dois mil criativos de todo o Brasil inscritos na plataforma, o que gera uma “avalanche” de boas ideias. “A inteligência coletiva e a cultura da cocriação são condições essenciais para a sobrevivência de qualquer negócio”, acrescenta. 

Como funciona
A plataforma Moda Co é totalmente on-line. Desde a sua criação foram centenas de respostas às propostas das empresas participantes, o que gerou referências importantes para o setor, tanto no que diz respeito às tendências de moda como de mercado. “As empresas buscam calçados que sejam inovadores, mas que tenham viabilidade técnica e comercial”, comenta Schlindwein. As marcas interessadas têm até o dia 6 de outubro para cadastramento no site www.modaco.cc. Após a validação, no dia 17 do mesmo mês, os desafios serão liberados para os criativos cadastrados na plataforma. 

A premiação para os melhores trabalhos escolhidos pelas empresas proponentes será de R$ 1,8 mil. Já as propostas mais votadas pela própria comunidade de designers receberão R$ 700. 


Serviço
O que é a Moda Co?
Plataforma pioneira de cocriação do setor calçadista, totalmente on-line.

Como inscrever minha empresa? 
Acesse o site www.modaco.cc e cadastre a sua empresa. A empresa tem até o dia 6/10 para confirmar sua participação na plataforma e enviar seu desafio, sendo que nesta fase terá o auxílio da Abicalçados. 

Quando serão liberados os desafios?
Os briefings das empresas serão liberados para os designers no dia 17/10 e poderão ser respondidos até o dia 16/11.

Quais as premiações?
O regulamento prevê duas premiações por marca participante, uma de R$ 1,8 mil para o trabalho escolhido pela empresa proponente; e outra de R$ 700, para o trabalho eleito pela própria comunidade de designers em votação on-line. Ou seja, para cada marca, será distribuído o valor de R$ 2.500. 

Quando serão conhecidos os vencedores?
No dia 12/12. 

Page 6 of 48

A Empresa

Entre em contato conosco:

E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Rua Rangel Pestana, 23 Centro
Jaú - São Paulo - Brasil
Fone: (14) 3625-4489
Facebook
Skype: bigdesignerjau

Pés famosos ou não