Lançamentos, moda, preços diferenciados e boas condições de pagamento. A realização da  40 Graus - Feira de Calçados e Acessórios já gera expectativas nos lojistas das regiões Norte e Nordeste do Brasil. Depois de um natal com vendas acima das expectativas, o varejo local busca na feira a renovação de suas vitrines para duas importantes datas, o Dia das Mães e as festas juninas. A 40 Graus será realizada nos dias 05,06 e 07 de março no Centro de Convenções de Natal/RN.

 Diretor financeiro da Aredda, loja com sede em Ipirá, na Bahia, Dilson Gomes Silva irá pela primeira à feira. De acordo com ele, as compras para 2018 haviam sido pequenas em função do momento econômico do país no ano passado. As boas vendas registradas nas festas de final de ano, no entanto, animaram o lojista. “Tivemos um desempenho 10% maior do que no mesmo período do ano anterior e há a necessidade de repor os estoques. Além de conhecer a feira e seu potencial, estamos indo para visitar e conhecer as novidades de nossos tradicionais fornecedores. Realmente espero realizar compras na feira”, afirma Silva.

 Indo pela segunda vez à 40 Graus, Umbelino Carneiro de Oliveira Neto, da Shoes Moda Casual, de Feira de Santana, na Bahia, focará suas compras para as festas juninas. A busca é por boas oportunidades de negócios para a compra de calçados femininos, infantis e masculinos. “As minhas compras serão para chegar na loja em e junho. Por isto estou acreditando que possa receber bons prazos de pagamentos. Isto será decisivo no volume das minhas compras”, diz ele. Oliveira acredita também que como vai se deslocar e visitar seus fornecedores terá esta condição especial. “Acho que teremos um tratamento diferenciado”, aguarda o varejista.

Já Regina Emília Macêdo Osterno, da Madona Calçados, de Fortaleza, no Ceará, espera encontrar os últimos lançamentos e levá-los às suas vitrines. “Trabalho mais com calçados de tamanhos especiais, mas também compro a numeração padrão, por isto acredito que vou ver muitas novidades, muitos lançamentos”, ressalta. Ela espera que a feira cresça e se torne uma referência para as regiões Norte e Nordeste. “É muito importante ter um evento que abasteça o varejo de nossas regiões. Acredito no crescimento e fortalecimento da feira”, afirma a lojista.

 O bom ambiente encontrado entre os lojistas das duas regiões faz com que os organizadores da 40 Graus já projetem negócios dentro do evento. “O mercado estava bastante comedido em suas compras, com o varejista tendo receio em investir. Felizmente tivemos uma reação e agora as lojas têm a necessidade de se renovar para duas datas que são particularmente importantes para essas regiões, o Dia das Mães e as festas juninas”, reforça o diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da 40 Graus, Frederico Pletsch.

 A 40 Graus conta com o apoio dos seguintes sindicatos: Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ligada ao movimento das ruas e à aventura, a Mormaii traz para o Winter 2018 modelos que são perfeitos para sair da pista de skate e ir direto para a sala de aula. Com propostas resistentes e cheias de personalidade, as novidades estão em sintonia com as necessidades e desejos do público jovem, dentro da pluralidade de estilos masculinos.

 

O hit da coleção é o King, modelo de tênis que acaba de desembarcar nas lojas. Confeccionado em materiais resistentes como a lona e o couro camurça, além do solado emborrachado e componentes que resistem à lixa do skate e ao atrito do concreto, é ideal para quem procura durabilidade e o espírito das ruas numa única peça. Outros destaques são os modelos Urban e Urban Canvas, o primeiro desenvolvido em laminado sintético e o segundo, em lona. Ambos trazem shape casual esportivo e também oferecem durabilidade, em harmonia o espírito street.

 

As novidades exibem o DNA característico da Mormaii em nuances-chave da estação, como o bordô, o vermelho e o verde oliva, e também tons clássicos do closet masculino, como o preto, cinza, azul marinho e tons terrosos.

 

 

 

 

 

 

 

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e entidades setoriais parceiras (Assintecal, CICB e Abrameq), por meio do programa Future Footwear, está com inscrições abertas para equipes dispostas a participar da segunda edição do torneio empreendedor FF Enterprise. Gratuitas, as inscrições são para grupos de duas a quatro pessoas e podem ser realizadas no site www.abicalcados.com.br/ffenterprise até o próximo dia 6 de abril. 

Com o objetivo de estimular a criatividade e gerar novas soluções para o setor calçadista, o FF Enterprise deste ano trabalhará as temáticas Automação Industrial, Tecnologia de Materiais, Logística, Novos Modelos de Negócios, Meio Ambiente e Eficiência Energética. A gestora de Projetos da Abicalçados, Roberta Ramos, explica que, inicialmente, serão selecionadas até 15 equipes que apresentarem as melhores ideias, que serão trabalhadas em etapas até o conhecimento do vencedor, no dia 21 de junho. “Serão levadas em consideração a inovação e, acima de tudo, a viabilidade técnica e comercial do projeto, considerando as temáticas apresentadas”, comenta, ressaltando que os trabalhos serão avaliados por uma banca formada por empresários, especialistas e aceleradoras. 

No ano passado a equipe vencedora foi a Bioplas, formada por Bianca Scopel, Patrícia Poletto, Julia Mascarello e Elizete Baggio. Segundo Bianca, o projeto, que transforma resíduo do couro em plástico biodegradável, hoje, foi otimizado para o processo de extração de gelatina da pele e está rodando no meio acadêmico, em uma parceria com base na Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com apoio de pesquisadora da Universidade de Passo Fundo (UPF). “Atualmente estamos em busca de patente para essa nova metodologia”, conta, acrescentando que os filmes plásticos também podem ser viabilizados para utilização na agricultura.  

Para Bianca, o start dado no FF Enterprise do ano passado foi fundamental para que o projeto saísse do meio universitário e ganhasse uma viabilidade técnica. “Tirou nosso foco do resultado acadêmico e nos voltou para a busca de um material com processo de produção viável e fácil aplicabilidade”, destaca. 

Funcionamento
No primeiro momento, as inscrições são abertas para a comunidade em geral até o dia 6 de abril. Posteriormente, entre os dias 16 e 19 do mesmo mês, serão selecionadas até 15 equipes que poderão desenvolver os projetos inscritos apoiadas por capacitações on-line e presenciais com especialistas nas áreas de empreendedorismo, modelagem de negócios, inovação, Design Thinking, Storytelling/Pitch, linhas de fomento e elaboração de projetos até o dia 30 de maio - data limite para entrega dos trabalhos.

Já no dia 6 de junho serão divulgados os cinco principais projetos, que receberão mentorias presenciais, na sede da Abicalçados, no dia 16 de junho. A apresentação dos trabalhos está marcada para 21 do mesmo mês, dia em que também serão conhecidas as três equipes vencedoras, tudo na sede da entidade calçadista. 

Premiação 
Neste ano, a equipe vencedora receberá fast track para incubação em parque tecnológico de alguma das universidades parceiras - Universidade Feevale, Unisinos ou PUCRS; e ingressos/passagens/hospedagens para o Campus Party Brasil 2019, que acontece em janeiro do próximo ano, em São Paulo/SP. As segunda e terceira colocadas receberão ingressos para o Campus Party Brasil e bolsas de estudos para cursos de empreendedorismo do Sebrae.

Future Footwear
O FF Enterprise é uma ação do programa Future Footwear, criado em agosto de 2016 e que tem como objetivo criar condições para uma “revolução” na cadeia coureiro-calçadista, por meio de novos produtos, novos processos e novos modelos de negócios. O programa é conduzido pela Abicalçados, Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para Couros, Calçados e Afins (Abrameq). 


Cronograma
06/04: prazo máximo para inscrições, no site www.abicalcados.com.br/ffenterprise;
20/04: divulgação dos melhores projetos;
05/05: kick off day na Abicalçados, no qual as equipes serão apresentadas e assistirão uma palestra sobre as demandas mais latentes da indústria de calçados; 
05/05 a 30/05: capacitações on-line
26/05: capacitação presencial sobre Storytelling e Pitch na Abicalçados; 
30/05: prazo de entrega dos trabalhos;
06/06: divulgação dos cinco melhores projetos; 
16/06: mentorias presenciais para as selecionadas, na Abicalçados;
21/06: pitch day (apresentação das equipes) e cerimônia de premiação, na Abicalçados.

 

 

 

 

Um dos principais fabricantes do país, a indústria gaúcha  levará todas as suas marcas para a feira realizada em Natal/RN

 

 A Beira-Rio - um dos principais nomes da indústria brasileira de calçados - se prepara para participar da 40ª Graus - Feira de calçados e Acessórios. O evento será realizado nos dias 05,06 e 07 de março no Centro de Convenções de Natal/RN. Realizada pela Merkator Feiras e Eventos, a 40 Graus busca atender o varejo calçadista dos mercados das regiões Norte e Nordeste.

 A feira é planejada para atender especificamente esses públicos. Da data à localização, a 40 Graus busca oferecer as melhores condições aos lojistas. A indústria tem identificado na feira uma oportunidade de ampliar seu relacionamento com o varejo local, criando produtos especiais para a feira. “Para nós da Calçados Beira Rio S.A. a feira é muito importante, pois contribui com a nossa dinâmica de levar bons negócios a todos os mercados. Preparamos coleções e novidades com o melhor da moda aos mercados internacional, nacional e regional", explica Maribel Silva, Diretora Comercial e Marketing.

 Presente desde a primeira edição da feira, a Beira-Rio levará a Natal os lançamentos de todas as suas marcas, que estão entre as preferidas do público. Produtos da Beira Rio Conforto, Moleca, Vizzano, Molekinha, Molekinho e Modare Ultraconforto estarão esperando pelos lojistas no Centro de Convenções de Natal. "É mais um serviço ao nosso cliente possibilitando que ele tenha acesso as novidades de forma prática ágil”, reforça Maribel Silva.

 A presença de marcas importantes da indústria nacional é um dos indicativos da força e da consolidação da feira no calendário do setor. “A 40 Graus tem uma proposta muito particular, de atender um mercado que tem um potencial enorme. Nossas expectativas para essa edição são as melhores, e acreditamos que a feira tem tudo para seguir crescendo rapidamente”, afirma o diretor da Merkator, Frederico Pletsch.

A 40 Graus conta com o apoio dos seguintes sindicatos: Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas. 

 

 

A Crocs, marca que acredita no conforto e na inovação, traz novos modelos de slides para linha Sloane. Os chinelos, que são um clássico da marca, feitos em Croslite – material desenvolvido pela brand que garante leveza e conforto - agora aparecem com detalhes metalizados, que variam de aplicações de glitter, animal print ou a tira dourada, e são ideais para curtir o carnaval.

Os modelos chegam as lojas Crocs no começo de fevereiro e custam R$129.

Sobre a Crocs

 

A Crocs é líder mundial em calçados inovadores para homens, mulheres e crianças. A empresa oferece um amplo portfólio de produtos, todos produzidos em  Croslite®, uma tecnologia em resina de célula fechada que torna os calçados mais leves e permite o máximo amortecimento e conforto. Presente no mercado mundial desde 2002, a Crocs vendeu mais de 350 milhões de pares de sapatos em mais de 90 países ao redor do mundo. No Brasil, a empresa iniciou as atividades em 2007 e, atualmente, conta com mais de 95 lojas em todo o país.

 

A feira colombiana International Footwear and Leather Show – IFLS, que aconteceu em Bogotá entre os dias 30 de janeiro e 1º de fevereiro, deve gerar, somando negócios in loco e os alinhavados durante o evento, US$ 3 milhões para as marcas brasileiras participantes. O número está no relatório realizado pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), que viabilizou a participação de 23 marcas verde-amarelas por meio do Brazilian Footwear, programa de internacionalização mantido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Nesta edição, a feira colombiana contou com mais de 500 expositores e recebeu cerca de 11 mil visitantes.


A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Maria Patrícia de Freitas, conta que a cifra é decorrente da negociação de 211,3 mil pares de calçados. “Somente na feira foram gerados US$ 1,5 milhão com a venda de 128 mil pares”, ressalta. Segundo ela, apesar de a feira ter registrado uma visitação menor do que em anos anteriores, os compradores eram mais focados, o que elevou o nível dos contatos gerados para as marcas.

Ainda assim, nem todos perceberam a queda na visitação. O executivo de Vendas Internacionais da Invoice, Ronaldo Manfield, foi um deles.  Para ele, a feira superou, em muito, a expectativa inicial. “A visitação foi intensa, o que também é resultado do trabalho de matchmaking – reuniões pré-agendadas - e assessoria realizado pela Abicalçados. Nesta edição, conseguimos alcançar justamente o perfil de cliente que estamos buscando, de produto com nível médio e alto”, avalia Manfield, ressaltando que o mercado colombiano se mostra cada vez mais receptivo ao produto da marca.

Qualidade dos contatos
Suzana Santos, gerente de exportação de marca homônima, ressalta que foram gerados muitos contatos de grande potencial para a inserção e fortalecimento da empresa na Colômbia. “A feira, de maneira geral, foi boa, especialmente o último dia, que nos surpreendeu pela movimentação intensa”, avalia a gerente.

A trader da Petite Jolie, Jéssica Bender, destaca a mudança gradual do perfil do comprador colombiano. “Na última participação, tivemos um resultado fraco e o comentário era porque o nosso produto era sintético. Chegamos a sondar a possibilidade de encerrar nossa participação, mas decidimos voltar, pois chegamos à conclusão de que somente uma mostra seria pouco para ter a visão do mercado. Retornamos e nos surpreendemos positivamente”, comenta. Segundo ela, os compradores estavam buscando produtos diferentes das usuais botas em cores neutras. “Apesar de a feira apresentar coleções de outono-inverno, muitos dos compradores estavam buscando produtos diferentes. Acredito que o cenário esteja mudando”, acrescenta, elogiando ainda o trabalho de matchmaking realizado pela Abicalçados e que proporcionou uma maior assertividade dos contatos.

Seminário e Photocall
Antecedendo a feira, no dia 29, aconteceu um Seminário Preparatório para o mercado colombiano e um Photocall, encontro com a imprensa local. Conduzido pelo diretor do escritório da Apex-Brasil na Colômbia, Carlos Badillo, o seminário trouxe números e tendências do mercado colombiano.  Com o Brasil respondendo apenas por 12% do total de calçados importados pelo País, foram destacados os potenciais para a maior inserção das marcas brasileiras na Colômbia. “A produção e comercialização de calçados concentra-se muito no segmento popular, então é preciso ter produtos para atender esse público. Nos últimos anos o produto brasileiro ficou mais caro em função do câmbio”, disse, ressaltando que a Colômbia ainda vem enfrentando muitos problemas com produtos contrabandeados da China por um valor muito abaixo do praticado no mercado, o que aumenta a concorrência desleal. ”Os consumidores colombianos preferem produtos com as marcas nacionais – private label- por questão de confiança, então é algo a ser pensado pelas empresas brasileiras”, concluiu.

Já o Photocall contou com a presença de importantes veículos de comunicação e influenciadores colombianos. “Sentimos que o evento já está na agenda da imprensa colombiana”, comemora a coordenadora de Promoção de Imagem da Abicalçados, Alice Rodrigues. No Photocall, as marcas participantes tiveram a oportunidade de fotografar, dar entrevistas e estreitar os laços com a imprensa local.

Participaram da IFLS as marcas Piccadilly, Beira Rio Conforto, Moleca, Vizzano, Molekinha, Modare Ultraconforto, Molekinho, Bottero, Verofatto, Sua Cia, Sandálias da Lua, Rider,  Ipanema, Grendha, Zaxy, Cartago, Grendene Kids, West Coast, Cravo & Canela, Petite Jolie, Suzana Santos, Renata Mello e Invoice.


Sobre o Brazilian Footwear:
Brazilian Footwear é um programa de incentivo às exportações desenvolvido pela Abicalçados em parceria com a Apex-Brasil. Este programa tem por objetivo aumentar as exportações de marcas brasileiras de calçados através de ações de desenvolvimento, promoção comercial e de imagem voltadas ao mercado internacional. Conheça: www.brazilianfootwear.com.br | www.abicalcados.com.br/brazilianfootwear

Sobre a Apex-Brasil:
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos  (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar esses objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil. Conheça: www.apexbrasil.com.br

 

Com a realização do Inspiramais - Salão de Design e Inovação de Materiais, foram dois dias de uma pauta de negócios, inovação e sustentabilidade para a cadeia do couro e de toda moda. O evento ocorreu nos dias 16 e 17 de janeiro, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo (SP), com dez curtumes expondo couros para o desenvolvimento de calçados, vestuário e mobiliário. Grande número de visitantes e projetos para convergência de conhecimento e relacionamento foram alguns dos destaques desta edição do evento. 

 O Inspiramais é realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) e Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) com seus respectivos projetos de incentivo às exportações – By Brasil Components and Chemicals, Tex Brasil e Brazilian Leather – desenvolvidos com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

 O curtume Rhoma Pelles – especializado em couros de carneiro e cabra para o setor de vestuário – expõe em edições consecutivas do Inspiramais e, nesta, apresentou um desenvolvimento inédito da empresa, construído no último semestre: o couro verniz. “Era o único artigo com o qual não trabalhávamos. A recepção do público foi muito boa. A visitação da feira foi excelente, até além do esperado”, relatou Márcio Hartmann, gerente comercial de Rhoma Pelles, que é uma das empresas participantes da Certificação de Sustentabilidade do Couro Brasileiro (CSCB). A certificação foi apresentada nesta edição do Inspiramais em um ambiente exclusivo junto a outros projetos do Inspiramais, sob o nome Espaço Sustentabilidade.

 Entre as peles bovinas, um dos destaques foi a coleção desenvolvida pelo Curtume Natur, inspirada em referências de Walt Disney. Tons pastéis, terrosos e efeito metalizado (com dourado dando lugar ao prata e rosados) estiveram nos couros com a assinatura de Natur apresentados no Inspiramais. Tendência da estação, o verniz - um dos artigos pelo qual o curtume é reconhecido – ganhou a atenção do público no estande da empresa. 

 

Com uma história de mais de 50 anos, as Havaianas foram lançadas no Brasil na década de 60, com o diferencial de serem os primeiros modelos de sandálias nacionais feitas de borracha. A inspiração para sua criação veio das japonesas Zori, feitas de palha de arroz ou madeira lascada, e que são usadas com os famosos quimonos. 

A primeira Havaianas que chegou ao mercado era aquela que ainda é vendida até hoje: branca com tiras e laterais azuis. O principal atrativo era o preço, que fez com que o calçado atingisse o número de 13 mil pares produzidos ao dia ainda em 1963, um ano após seu lançamento. 

Trinta anos depois, as Havaianas ganharam um redirecionamento de marca e miraram na classe média. Em 1991, foi apresentado o modelo Havaianas Sky, com cores fortes e calcanhar mais alto. Depois disso, a Havaianas Olimpic, lançada durante as Olimpíadas de Atlanta, chegou para consolidar o sucesso das sandálias.

Atualmente, as Havaianas já representam metade do faturamento da Alpargatas, sua fabricante. São comercializados 210 milhões de pares por ano, e há estatísticas que preveem que, a cada três brasileiros, dois em média consumirão ao menos um par de Havaianas anualmente. 

Fonte: Primeira Página, com informações da Wikipedia.

 

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promove, entre os dias 30 de janeiro e 1º de fevereiro, a participação de 23 marcas na feira colombiana International Footwear and Leather Show (IFLS), em Bogotá.

A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Maria Patrícia de Freitas, ressalta que a expectativa da participação é positiva, levando em consideração o desgravação total das taxas de importação para calçados brasileiros na Colômbia.  “A partir de janeiro, os calçadistas brasileiros não pagarão mais a tarifa de importação para entrar na Colômbia, o que deve ser mais um estímulo aos negócios”, comenta.

Na feira do ano passado foram gerados quase US$ 3 milhões em negócios imediatos, com expectativa de chegar a US$ 18,5 milhões nos meses seguintes por conta das vendas alinhavadas durante a feira. “A perspectiva é de aumentar esse número”, acrescenta Maria Patrícia, ressaltando ainda o trabalho de matchmaking – reuniões pré-agendadas com compradores locais - que foi realizado para a maior eficácia das negociações.

Antecedendo a feira, que contará com 570 expositores e deve receber mais de 11 mil visitantes, no dia 29 de janeiro o Brazilian Footwear promoverá um seminário preparatório sobre o mercado colombiano, que terá como tema as oportunidades do setor e a legislação local. No mesmo dia, o programa promoverá mais uma edição do Photocall, evento que reúne marcas brasileiras e jornalistas locais.

Mercado
A Colômbia é o sétimo principal mercado internacional para o calçado brasileiro. No ano passado foram embarcados para o país 7,4 milhões de pares que geraram US$ 38,4 milhões.

Participam da IFLS as marcas Piccadilly, Beira Rio Conforto, Moleca, Vizzano, Molekinha, Modare Ultraconforto, Molekinho, Bottero, Verofatto, Sua Cia, Sandálias da Lua, Rider,  Ipanema, Grendha, Zaxy, Cartago, Grendene Kids, West Coast, Cravo & Canela, Petite Jolie, Suzana Santos, Renata Mello e Invoice.


Sobre o Brazilian Footwear:
Brazilian Footwear é um programa de incentivo às exportações desenvolvido pela Abicalçados em parceria com a Apex-Brasil. Este programa tem por objetivo aumentar as exportações de marcas brasileiras de calçados através de ações de desenvolvimento, promoção comercial e de imagem voltadas ao mercado internacional. Conheça: www.brazilianfootwear.com.br | www.abicalcados.com.br/brazilianfootwear

Sobre a Apex-Brasil:
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos  (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar esses objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objet

22 Jan 2018

 

Empresa levou novidades para o setor calçadista no evento que expõe materiais e inspirações para o verão 2019

 

 O Grupo Amazonas participou do Inspiramais Verão 2019 – Salão de Design e Inovação de
Materiais, que foi nos dias 16 e 17 de janeiro de 2018, no centro de eventos Pro
Magno, em São Paulo.
 Fabricantes de moda e design do Brasil, Europa e América Latina tiveram a oportunidade de conferir,
no mesmo espaço, as referências que irão inspirar o verão 2019, além do lançamento de mais de
900 materiais para a estação, dentre componentes, tecidos, estampas, sintéticos, couros, saltos,
enfeites, aviamentos e outros itens. A edição Verão 2019 contou, também, com programação
dedicada à sustentabilidade.
 “A principal vantagem em participar do Inspiramais é a oportunidade de demonstrar os nossos
produtos de linha e lançamentos direcionados ao público especializado e focado em
desenvolvimentos, processos e tendências. Um evento que cresce a cada ano e que nos motiva a
participar de todas as edições”, destaca Lidmor Carvalho, Gerente Nacional do Negócio de
Calçados do Grupo Amazonas.
“Durante o Salão, tivemos amostras de novos solados e placas para calçados e apresentaremos os
mesmos aplicados em produtos finais para inspirações aos clientes. Após o lançamento na feira,
toda nossa equipe de venda iniciará a apresentação ao mercado”, completa Carvalho.

Novidades em solados e placas para calçados
 O negócio de Componentes para Calçados do Grupo Amazonas apresentou um novo processo de
personalização de solados e um novo processo de estamparia em placas de borracha. Os visitantes
puderam conhecer em primeira mão os detalhes durante o Inspiramais. A vantagem é que o cliente
poderá personalizar seu solado ou placa sem novos investimentos em matrizes, caso o solado
escolhido seja um produto já existente no portfólio do Grupo Amazonas.
 Outros destaques serão o promotor de adesão em EVA e um polarizador permanente – ambos
lançados em 2017. O PAE Amazonas - um promotor de adesão em EVA, que elimina o processo
de cura UV na colagem de substratos em EVA - favorece a racionalização dos processos,
proporciona ganho de desempenho e otimiza mão de obra. Isento de tolueno, o PAE Amazonas é
indicado para colagem de solados femininos, masculinos, infantil e de alta performance.
 O polarizador permanente para substratos de TR e SBR – PROMO - possibilita a substituição do
processo tradicional de limpeza e halogenação de solados (temporário e com curta validade) pelo
permanente e de alta eficiência na colagem. Desta forma, além de inverter a polaridade dos
substratos de TR e SBR - dispensando a tradicional solução com alta concentração de cloro – o
PROMO elimina a necessidade de limpeza dos substratos, pois já faz em um único processo a
polarização e a limpeza dos mesmos.
 O Grupo Amazonas apresentou também, as placas de EVA usadas para entressola e solados de
calçados femininos e masculinos. Diante da solicitação de diversos fabricantes e também da
tendência observada na Europa em relação aos solados utilizados nos modelos Oxford, o Grupo
Amazonas relançou as placas de EVA com textura porosa. Este tipo de placa possui uma alta
resistência à abrasão, sendo bastante procurada para a fabricação de solados. Além de uma
cartela de cores pronta (bege, marrom, ocre, preta e branca), as placas podem ser produzidas na
cor desejada pelo cliente, em espessuras que variam de 2 a 30 mm.

Sobre o Grupo Amazonas  

Graças à visão empreendedora de seus fundadores, a empresa que iniciou suas atividades com a manufatura de saltos de borracha alcançou, em pouco tempo, reconhecimento nacional e internacional como uma das mais importantes indústrias de componentes para calçados do país.
 O foco na qualidade e na inovação, desde sua origem, foi a base para o crescimento e expansão do portfólio de produtos, abrangendo soluções pioneiras. Hoje, com mais de 13 mil itens comercializados, a companhia está presente no mercado de consumo e industrial, tendo sua marca fortemente reconhecida por consumidores finais - incluindo o mercado internacional - e pelas principais indústrias brasileiras dos mais diversificados segmentos.
 Para dar suporte a todas as áreas de atuação, o Grupo Amazonas conta com cerca de 1.200 colaboradores e seis unidades produtivas (cinco no Brasil e uma no Uruguai), um Centro de Distribuição na região Sul do país, além de 14 filiais e agências da área de Transporte e Logística. O grupo possui capacidade instalada para processar mais de 80 mil toneladas de matérias-primas e 3,6 milhões de pares de sandálias por ano. 

Page 1 of 99

A Empresa

Entre em contato conosco:

E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Rua Rangel Pestana, 23 Centro
Jaú - São Paulo - Brasil
Fone: (14) 3625-4489
Facebook
Skype: bigdesignerjau

Pés famosos ou não