Publicidade

 

Publicidade
 

Top é embaixadorada da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente

Gisele Bündchen está sempre engajada com alguma causa social ou ambiental. Agora, a modelo que também é embaixadora da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, empresta sua voz para um vídeo de conscientização sobre os oceanos. Em "The Crown Jewells of Our Ocean" Gisele traz seus relatos, e nos leva a um tour pelas maravilhas naturais espalhadas pelo mundo, como no Brasil, Austrália e na África e também convida todos para se unirem em prol da preservação Patrimônio Mundial da Marinha.

O curta foi feito exclusivamente para a abertura do WPC, um congresso realizado a cada 10 anos e que nesta edição completou uma década do Word Heritage Convention, o programa marinho da Unesco.

Vale lembrar que a modelo, que já foi tema de um Report* nosso sobre seu estilo, frequentemente posta fotos em seu Instagram mostrando como é ligada na natureza. Olha só:

Veja aqui o vídeo completo: 

 

Fotos e vídeo: Reprodução/Divulgação 

Fonte: Usefashion.com

Published in entertainment

 

 

 

Consumo consciente é um dos principais pilares da marca de calçados infantis

Engajada em promover o consumo consciente das novas gerações, a Calçados Bibi conquistou o Selo Prata Origem Sustentável neste mês de dezembro de 2014. A marca é a primeira indústria a receber esta homologação, a qual atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo Programa Origem Sustentável: Econômico, Ambiental, Social e Cultural, promovido pela Abicalçados e Assintecal com a gestão do Instituto by Brasil.

Em 2013, a Bibi já havia recebido o Selo Bronze Origem Sustentável e agora, ao evoluir um nível da certificação - que segue a escala Branco, Bronze, Prata, Ouro e Diamante, foi auditada pela SGS que atestou a incorporação da sustentabilidade em seus processos, a marca comemora o reconhecimento por suas atitudes junto ao meio ambiente, ao mercado brasileiro e à sociedade.

O programa, que certifica empresas da cadeia produtiva do calçado, foi estruturado pela coordenadora do Laboratório de Sustentabilidade da USP, professora Tereza Cristina Carvalho, e implementado pela Abicalçados e Assintecal, tendo como entidade gestora o instituto by Brasil e conta ainda com o apoio do Sebrae Nacional.

Empresa

Vários movimentos da Bibi representam a conquista do Selo Prata de Sustentabilidade. A empresa também se destaca por suas atividades sociais, como a Fábrica de Talentos que em parceria com o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), qualifica profissionalmente jovens com idade entre 16 a 20 anos. O programa é realizado nas fábricas em Parobé/RS e Cruz das Almas/BA. Anualmente, 56 jovens, em média, são capacitados para os desafios da vida, trazendo uma visão de empresa, de planejamento familiar e financeiro, ética, assim como o ofício de desenvolvimento e produção de calçados. Muitos desses novos talentos são recrutados e passam a integrar o time oficial da calçadista.

Preservando a relação com seus colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros, a Bibi tem seu próprio Código de Conduta, visando sempre a ética, transparência, agilidade e o bom convívio. O material mostra os valores, as responsabilidades, a missão e todos os propósitos da marca junto aos públicos interno e externo, mercado e meio ambiente.

Na educação, a Bibi distribui a Cartilha Financeira aos colaboradores e aos alunos da rede municipal de ensino da comunidade, trazendo noções de educação financeira. O material faz parte da parceria entre Secretaria Municipal de Educação (SMED) e Rotary Club. Além de destacar a importância do planejamento e da disciplina financeira, a cartilha foca a racionalização de gastos, apresentando tabelas para cálculos de orçamentos e sugestões de listas de compras.

Fundada em 1949, a Calçados Bibi, é referência no mercado de calçado infantil. Com fábricas sediadas em Parobé e em Cruz das Almas, produz cerca de 3 milhões de pares ao ano, reprocessando 100% dos resíduos industriais. Presente em mais de 65 países nos cinco continentes, no Brasil está em mais de 5 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e uma rede de franquias com mais de 70 lojas. A loja apresenta um conceito inovador, oferecendo uma experiência única de compra para crianças e pais.

A marca de calçados infantis é pioneira e líder em desenvolver produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. Conquistou reconhecimento do setor a partir do trabalho que desenvolve com os calçados fisiológicos e no emprego de tecnologia Fisioflex Bibi – que proporciona a sensação de andar descalço no seu público-alvo: as crianças.

Há 65 anos no mercado, a Bibi é reconhecida por ser uma empresa que se preocupa com a saúde dos pés das crianças, e numa atitude pioneira no mercado brasileiro de calçados infantis, a Bibi, em parceria com o IBTeC (Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçados e Artefatos), monitora todos os seus materiais, e utiliza somente aqueles que estão de acordo com os padrões internacionais quanto a substâncias tóxicas, assegurando o desenvolvimento saudável das crianças e a tranquilidade das mães e pais.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Bibi

 

 

 

Published in Acontece

Peças levam símbolo de coração, inspiradas nas clássicas camisas "I love NY"

A Valentino desenvolveu recentemente uma coleção-cápsula masculina e feminina de looks predominantemente brancos com apenas um detalhe que se destaca: o coração vermelho. A ideia lembra as camisas I ♥ NY, não é mesmo?

A novidade desenvolvida pelos diretores criativos Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli é comercializada exclusivamente na "cidade que nunca dorme", entretanto, para nossa felicidade algumas peças devem chegar em solo brasileiro em maio de 2015!

São casacos, shorts, suéteres, jaquetas, calçados, bolsas, vestidos, acessórios e até mesmo enfeite natalino para árvore, vale lembrar que faltam 9 dias para o Natal (sim, nos estamos fazendo contagem regressiva!).

O intuito dessa coleção-cápsula é celebrar a abertura da mais recentem loja da grife, na quinta avenida em Nova Iorque.

Veja as últimas criações de Valentino em nossa galeria de Desfiles* e confira imagens e descrição de detalhes das últimas apresentações durante a Semana de Moda de Paris. 

Fotos: Divulgação

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Published in Noticias

 

 

 

“O bom de 2014 é que ele está acabando”, ironiza o presidente-executivo da Abicalçados

A contagem regressiva para o final do ano não é somente pelo descanso. Os calçadistas amargaram um ano de 2014 para esquecer. Conforme os mais recentes dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), o mês de novembro representou mais uma queda nos embarques.

No mês passado, a exportação de 9,73 milhões de pares gerou US$ 73,9 milhões, 14,2% menos do que no mesmo mês de 2013. No acumulado, o embarque de 114,7 milhões de pares gerou US$ 948 milhões, queda de 3,9% ante o ano passado.

“O bom de 2014 é que ele está acabando”

Para o presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, os números, infelizmente, não surpreendem. Com uma competitividade afetada pelos problemas de custo de produção, a indústria calçadista ainda foi prejudicada pelo ano de eleições, o que causou uma oscilação cambial histórica, e a Copa do Mundo, que acabou funcionando como uma “concorrente” do setor, já que o consumo ficou localizado nos setores da linha branca e de serviços.

Para o executivo, o ano só não terminou pior por conta de mecanismos como o Reintegra e a desoneração da folha de pagamento do INSS para os exportadores, ferramentas que devem ser intensificadas para que a indústria calçadista retome o desenvolvimento. “O bom de 2014 é que ele está acabando”, ironiza o executivo, para quem o ano deve fechar com resultados negativos mesmo com a base de comparação fraca de 2013.

Assim como as exportações, o saldo da balança comercial brasileira deve despencar – ainda mais – em 2014. Até novembro, ele encolheu 5% (chegando a US$ 420,85 milhões), isso porque as importações contribuíram com uma diminuição de 3,1% no acumulado. Entre janeiro e novembro entraram no Brasil 34,53 milhões de pares por US$ 527,14 milhões, quase 90% deles proveniente do Vietnã, Indonésia e China.

“Virando o jogo” com a China

Os principais destinos dos produtos exportados entre janeiro e novembro foram os Estados Unidos, que comprou o equivalente a US$ 174 milhões (incremento de 1,6% ante mesmo período de 2013), Argentina, com compras de US$ 78,53 milhões (queda de 32,2%), e França, com consumo de US$ 58,73 milhões (queda de 1%).

O destaque positivo de novembro foi a China, que comprou o equivalente a US$ 1,4 milhão, 720% mais do que no mesmo mês de 2013 e 40% do total comprado em calçados brasileiros em todo o ano (US$ 3,5 milhões). “O incremento da China pode ser explicado pela intensificação das ações de promoção comercial e de imagem naquele país. Temos notado enorme potencial no Gigante Asiático”, avalia Klein, ressaltando a importância das iniciativas do Brazilian Footwear para a promoção do produto verde-amarelo na China.

Estados

O Rio Grande do Sul segue como o principal exportador de calçados do Brasil. Entre janeiro e novembro os gaúchos embarcaram 15,86 milhões de pares por US$ 342,36 milhões, 0,7% menos no comparativo com igual período de 2013. O Ceará segue no segundo posto, tendo embarcado 47,87 milhões de pares por US$ 266,5 milhões, uma queda de 6,5% frente a igual intervalo do ano passado. São Paulo, o único estado entre os principais exportadores com resultados positivos, embarcou 11,15 milhões por US$ 135 milhões, aumento de 2,2% ante 2013.

Exportações 

2007 – US$ 1,9 bilhão

2008 – US$ 1,88 bilhão (-1,6%)

2009 – US$ 1,36 bilhão (-27,7%)

2010- US$ 1,48 bilhão (9,3%)

2011 – US$ 1,29 bilhão (-12,8%)

2012 – US$ 1,092 bilhão (-15,7%)

2013 – US$ 1,095 bilhão (0,2%)

2014 – US$ 948 milhões (-3,9%)*

 

* Até novembro

Fonte: Assessoria de Imprensa - Abicalçados

 

 

 

Published in Acontece

 

 

 

 

Victoria´s Secret Fashion Show aconteceu na última terça-feira, 2, e exibiu looks glamourosos

O anual Victoria’s Secret Fashion Show deixa todos de queixo caído com a beleza das Angels. E, claro, a edição deste ano não deixou a desejar. As tops desfilaram de lingerie na última terça-feira, 2, em Londres, e mostraram porque conquistaram um dos postos mais almejados pelas modelos. Entre o time de beldades, as brasileiras Adriana Lima, Alessandra Ambrósio, Izabel Goulart, Isabeli Fontana, Barbara Fialho, Daniela Braga e Lais Ribeiro. 

Confira alguns dos looks que foram desfilados:

Candice Swanepoel foi uma das primeiras a desfilar, e vestiu asas douradas e lingerie em tom claro e com brilhos discretos. Adriana Lima e Alessandra Ambrósio, pela primeira vez, desfilaram dois Fantasy Bra, na passarela da Victoria´s Secret. Os modelos em azul e vermelho possuíam pedras e correntes. Vale lembrar que cada modelo custa mais de 2 milhões de dólares (uauu!).

Jasmine Tookes usou lingerie azul-marinho e capa feita de penas coloridas. Elsa Hosk vestiu look que tinha adereço que remete ao grafite. O conjunto de calcinha e top ganhou elásticos. Lily Aldridge desfilou body com transparência e rendas, e recebeu adornos de pompons gigantes, além de bolsa também em pompom, e sandália revestida com o mesmo material.

Como não poderia faltar, as modelos desfilaram com asas (afinal são Angels) em diversos looks. Além de Candice, quem também ganhou asas foi Karlie Kloss, que vestiu um modelo com fitas de cetim e corset que seguia a mesma proposta. Izabel Goulart surgiu em look com asas de borboleta cobertas de brilho azul e cor de rosa. As sandálias usadas pela top tinham vazados também em forma de borboleta. Isabeli Fontana vestiu asas feitas de penas pretas, e seu look contou com corselet preto rendado e cinta-liga. 

Ficou curioso para ver todas as fotos do desfile? A gente te mostra! Acesse nossa galeria de Desfiles* e confira mais imagens das Angels no desfile da Victoria’s Secret Fashion Show. 

Fotos: Agência Fotosite

Fonte: Usefashion.com

 

 

 

 

Published in entertainment

 

 

 

Fabricantes de calçados planejam diversificar a produção ou reforçar a atuação direta no varejo como estratégia para impulsionar as vendas, em meio às incertezas do cenário macroeconômico

No acumulado de janeiro a outubro, a produção do setor de calçados apresenta queda de 4,7% frente ao mesmo intervalo de 2013. Para o ano fechado, a percepção do setor é de uma estabilidade ou uma pequena queda na produção, de acordo com Heitor Klein, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).

"Ainda há muita indefinição no cenário macroeconômico e é difícil estimar como fatores câmbio, inflação e desempenho do PIB [Produto Interno Bruto], vão pesar no comportamento dos consumidores daqui para frente", disse Klein.

Entre as companhias abertas do setor, Grendene, Alpargatas e Arezzo decidiram tomar caminhos diferentes para fazer frente ao cenário de crise.

A Alpargatas, dona das marcas Havaianas, Dupé e Mizzuno, também vai produzir roupas e outros itens de moda.

A Grendene prevê diversificar a operação no país a partir de 2015, com a entrada no segmento de móveis de plástico. E a Arezzo tem como principal meta reforçar a atuação direta no varejo.

Em entrevista ao Valor, Thiago Borges, diretor financeiro e de relações com investidores da Arezzo & Co, disse que prevê para o próximo ano a abertura de 62 lojas, ante 58 lojas previstas para este ano, um incremento de 7,7%.

O trabalho de expansão de lojas da Arezzo começou a ser feito no terceiro trimestre deste ano, com a abertura de 50 lojas.

A companhia encerrou o período com 479 unidades, aumento de 11,7% na comparação anual. A expansão tem como principal alvo a bandeira de sapatilhas Anacapri, que nos nove primeiros meses do ano apresentou crescimento de 89,9% em receita, para R$ 50,8 milhões, e passou a responder por 5,4% da receita da companhia.

Ao todo, a receita da Arezzo cresceu 9,1%, para R$ 982,3 milhões em nove meses.

As lojas próprias e franquias da Arezzo têm obtido ganhos de receita mais fortes que as vendas em redes multimarcas.

Nas franquias e lojas próprias, o crescimento em receita no ano foi de 14,1% e 7,3%, respectivamente, ante um avanço de 2,5% nas redes multimarcas.

"O desafio para 2015 é desenvolver as diferentes marcas e canais, trabalhando com foco na maior disponibilidade dos produtos nos diferentes pontos de venda", disse Borges.

A Grendene também planeja expandir as franquias da bandeira Clube Melissa de 150 este ano para 200 lojas em 2015, mas o cumprimento desta meta vai depender da evolução do mercado.

"A expectativa é ultrapassar 200 lojas, mas o importante para nós não é atingir um determinado número de lojas, e sim, achar o local e o franqueado adequados", afirmou Francisco Schmitt, diretor financeiro e de relações com investidores da Grendene.

Na visão do executivo, a situação econômica do país no próximo ano será difícil. "A economia requer muitos ajustes e ainda não se sabe quais serão efetivamente feitos", disse Schmitt.

O executivo disse que a Grendene tem buscado ajustar as linhas de produtos em termos de custos e preços para garantir crescimento em receita e lucro, mesmo com o cenário adverso.

A empresa tem apostado principalmente em coleções de curta duração (moda rápida).

"Em um ano, 95% a 97% da receita vem de produtos lançados no mesmo ano. Isso não significa que não reajustamos preços, mas lançamos novos produtos com novos preços", disse Schmitt.

A companhia também espera uma melhora em resultados vinda da parceria com a Vulcabrás para desenvolver linhas de calçados femininos com as marcas Azaleia e Dijean.

Para 2015, Schmitt também espera ver deslanchar a A2NP, negócio de móveis lançado neste ano na Europa. O negócio de móveis de plástico tem a marca "Tog" e recebeu investimento de R$ 22,1 milhões.

A meta da Grendene é trazer o negócio para o Brasil em 2015, mas Schmitt não deu mais detalhes. Para o próximo ano, a Grendene manteve a meta de crescimento da receita bruta de 8% a 12% e aumento no lucro líquido de 12% a 15%.

A Alpargatas, dona da marca Havaianas, planeja diversificar os negócios no próximo ano, com a aquisição de empresas de moda, que tenham perfil semelhante ao da Osklen, grife carioca de moda masculina e feminina de luxo. O valor a ser investido na nova aquisição será superior ao total pago pela Osklen, afirmou Márcio Utsch, presidente da Alpargatas. A companhia desembolsou R$ 318,2 milhões para comprar 60% de participação acionária na Osklen, avaliando a grife em R$ 530,3 milhões.

A meta é transformar a fabricante de calçados em uma companhia de moda, segundo Utsch. Em relação à operação no varejo, a Alpargatas planeja investir mais em lojas maiores, com provadores, acompanhando a oferta maior de produtos em vestuário. O executivo não divulga, no entanto, a projeção de abertura de lojas para o próximo ano.

Outra calçadista, a Pimpolho, também ingressou recentemente no segmento de moda. A fabricante de calçados e acessórios para o segmento infantil, começou a produzir linhas de roupas para bebês neste semestre. De acordo com Ricardo Brito, diretor comercial da Pimpolho, a primeira coleção já foi vendida a redes varejistas multimarcas e chegará às lojas em janeiro de 2015.

Brito disse ver potencial para uma expansão mais acelerada no país com a diversificação da oferta de produtos. A companhia também colocou no mercado neste mês uma linha de calçados injetáveis, que complementa o portfólio de 500 itens da empresa. A Pimpolho prevê fechar 2014 com crescimento de 21% em receita, chegando a R$ 100 milhões. A companhia não divulga projeções para 2015.

O cenário de estagnação ou queda na produção deste ano é resultado, segundo a Abicalçados, de alguns fatores como a piora no nível de endividamento das famílias, a inflação alta e o aumento das importações. No ano passado a indústria de calçados no país vendeu 900 milhões de pares de sapatos e faturou R$ 26,8 bilhões. 

Fonte: Valor Econômico

 

 

 

Published in Acontece

 

 

 

UseFashion esteve no preview exclusivo para convidados na noite da última quinta-feira

Com direito a dj, luzes e coquetel, a tão esperada Forever 21 em Porto Alegre (RS) foi aberta apresentando um preview exclusivo da loja para convidados. O evento foi no Piso Jockey no térreo do Shopping Barra Sul, onde a rede foi instalada num espaço de 1500 m². A UseFashion marcou presença e registrou os melhores momentos da inaguração Vip, que teve clima total de badalação.

Com aproximadamente 400 convidados conferindo as opções para o público masculino e feminino, a loja levou ao delírio as consumidoras mais ávidas (sim, elas eram maioria!), pois afinal, preços superatrativos (leia-se R$ 39,90 por uma calça jeans, ou regatas básicas por R$ 10,90), não teve quem não resistia às compras. Para orientar, a rede investiu no visual merchandising, em luminosos sinalizando cada segmento com uma cor e uma tipografia diferente. Expositores no alto também auxiliaram para chamar a atenção do produto em evidência.

 

Além disso, manequins em locais estratégicos da loja apontavam para os "must have" da temporada, especialmente para o público feminino.

Quem foi às compras, enfrentou filas nos provadores e no caixa, mas encararam com satisfação, pois afinal, não é todo dia que abre uma loja gringa na cidade e, ainda, com preços tão convidativos!

inauguração para o público final acontece neste sábado, dia 6, a partir das 10 horas.

Fotos: UseFashion

Fonte: Usefashion.com

 

 

 

Published in entertainment

 

 

 

Cenourinhas azuis e maças estampam as novidades

Depois do sucesso da parceria da Melissa com a Liberty Art Fabrics para o verão 2013, as marcas se uniram novamente para mais um lançamento. A união resultou nas estampas para as sapatilhas Ultragirls, que a Liberty, juntamente com o chef Jamie Oliver (aquele inglês que faz comidas naturebas na TV a cabo), criou com exclusividade.

Cenourinhas em tonalidades de azul e maças cortadas ao meio em tons de marrom estampam as peças, que ressaltam um tom lúdico, lembrando a tendência de estamparia infantil (que, por que não usar também para as "garotinhas maiores", não é?) para o verão 2015/16 analisada no nosso report Universo fantástico*.

Foto: Divulgação

Fonte: Usefashion.com

 

 

 

Published in Noticias

 

 

 

Veja mais uma ideia criativa de vitrine de Natal

Aqui na Redação adoramos o Natal! Por isso, assim como na semana passada, separamos uma imagem criativa de vitrine natalina que pode ajudar a inspirar você. É da loja UGG, em Nova York, que produziu uma árvore de Natal somente com sapatos em tons terrosos, que foram acompanhados de outros modelos colocados em suportes e também num grande saco para simbolizar que calçado sempre é uma boa opção de presente.

Para deixar o visual ainda mais natalino, o chão ganhou aspecto de neve. Quer mais ideias de como produzir um visual bacana para sua loja, sua casa? Acesse a galeria* especial criada por nós com imagens de vitrines natalinas.

Foto: UseFashion

Fonte: Usefashion.com

 

 

 

Published in Acontece

 

 

 

Modelo mescla elementos do cenário fitness com tendências pontuais como já apresentamos

No ano em que o modelo Pump da Reebok completa seu 25º aniversário, a marca celebrou de diversas maneiras, e a mais recente foi dar continuidade à parceria com a Melody Ehsani, de Los Angeles, que no começo de 2014, lançou o modelo Love Me or Leave Me Alone. O tênis comemorativo aos 25 anos confirma a tendência apontada pelo nosso portal no Report Tênis e referências esportivas*(confere lá!!), que ressalta o estilo urbano mesclado a elementos tradicionais do cenário fitness. 

M.E Holiday Pump é uma releitura do sneaker anterior e traz de volta a estampa phyton nas cores preto e branco com confetes coloridos. Para adornar o modelo, um cadeado e a palavra Love, aplicada na parte da frente do cabedal. No revestimento, um breve texto, que em tradução livre, destaca que o tênis é para lembrar "que cada passo que você dá com esses tênis lembre de quem você realmente é" e que "o movimento é a liberdade para avançar".

A novidade estará disponível para compras a partir do dia 5 de dezembro nas boutiques em LA.  Vale lembrar que “Love Me or Leave Me Alone” acabou em dois dias seu estoque, então, corre!

Fotos: Divulgação

Fonte: Usefashion.com

 

 

 

Published in Noticias
Page 1 of 34

A Empresa

Entre em contato conosco:

E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Rua Rangel Pestana, 23 Centro
Jaú - São Paulo - Brasil
Fone: (14) 3625-4489
Facebook
Skype: bigdesignerjau

Pés famosos ou não